fbpx

[Manual Completo] Como ser Freelancer. 10 coisas que é preciso saber para ser um Freelancer de Sucesso

Como ser Freelancer – Saiba tudo que é preciso para ser um Freelancer de sucesso neste ano de 2020

A 15 anos atrás, percebi que somente com o salário que eu ganhava não era possível adquirir certas coisas que eu gostaria de ter, ir a lugares que eu gostaria de conhecer ou simplesmente aproveitar melhor o meu dia, da maneira que eu realmente desejava.

Foi quando eu percebi que precisaria aumentar minha renda, mas eu não sabia como nem por onde começar.

Por ser formado em design gráfico pela UFG, tive a ideia de correr atrás de clientes por fora – nos horários em que eu não estava na agência – e comecei a conhecer um mundo de possibilidades que até então não conhecia.

Foi aí que “uma chave virou no meu cérebro”.

Não estou falando somente pelas transformações que começaram a acontecer no âmbito financeiro, mas também no âmbito pessoal e profissional que eu começava a vivenciar.

Mas eu ainda era um típico funcionário contratado, de carteira assinada, batendo ponto (sem poder me atrasar mais que 10 minutos por dia), todo domingo passando e eu só pensando: Amanhã já é segunda?!!

Confesso que, para mim, era muito estressante.

Com o passar do tempo, pegando mais e mais projetos por fora, eu também me pegava pensando na liberdade que eu poderia ter se ficasse 100% como freelancer. E esses pensamentos foram aumentando, a ponto de ficar cada vez mais difícil me manter no meu emprego.

Foi então, depois de 15 anos, que resolvi correr o risco! Pedi demissão e fui à luta por conta própria.

Comecei a Empreender no meu próprio negócio e a me sustentar com apenas o que eu sabia fazer.

No entanto, devo admitir, o caminho foi longo até eu tomar essa atitude. Muitas coisas tiveram de ser aprendidas e muitas outras tiveram de ser desaprendidas.

E foi pensando nisso que resolvi escrever esse artigo. Quero compartilhar com você parte dessa minha experiência, para o caso de você também estar nesse momento da sua vida Profissional.

Vou abordar os principais pontos que me motivaram, que me desapontaram e que me desafiaram, a fim de te dar uma luz, um direcionamento, pois eu sei como é difícil encontrar ajuda que nos conforte nesse momento.

Também vou abordar nesse artigo, pontos que lhe ajudará a planejar melhor sua carreira freelancer para que possa começar corretamente.

Mas antes de tudo, precisamos saber…

1. O que é um freelancer?

Um freelancer, de modo geral, é um profissional que realiza trabalhos extras, seja em seus horários vagos ou de maneira full-time, tornando dessa atividade sua fonte de renda parcial ou principal.

O Freelancer estipula e negocia o valor dos seus serviços, estipula seus prazos e geralmente trabalha de forma remota, pela internet.

Freelancers não possuem vínculo empregatício, então podem ser considerados como profissionais autônomos também, oferecendo seus serviços para outras pessoas ou empresas.

Na maioria das vezes, os profissionais que se enquadram dentro dessa situação profissional são arquitetos, fotógrafos, designers, web designer, ilustradores, redatores, jornalistas e alguns outros tipos de profissionais que conseguem oferecer seus serviços de modo independente, online e com pouca ou nenhuma burocracia.

2. Motivos gerais para se tornar um Freelancer.

É comum encontrarmos cada vez mais profissionais – designer gráficos, web designers, ilustradores, redatores, fotógrafos – buscando informações sobre Como ser Freelancer por conta de alguns motivos específicos. Eu listei abaixo os mais comuns:

  • Possibilidade de estabelecer uma Renda Extra
  • Insatisfação Salarial
  • Insatisfação com Chefes ou normas Empresariais
  • Sensação de liberdade, tanto de espaço quanto de prestação de serviço
  • Satisfação profissional e vontade de empreender

Caso você esteja passando por um momento ou dificuldade semelhante das que citei anteriormente, o próximo passo que recomento à você é se perguntar se está pronto para ser Freelancer!

3. Quem pode ser um Freelancer?

[Manual Completo] Como ser Freelancer. 10 coisas que é preciso saber para ser um  Freelancer de Sucesso

Não existe uma regra, norma ou regulamentação para proibir ou indicar alguém a ser freelancer.

Quem desejar ser freelancer, pode começar quando quiser, bastando apenas se planejar e entender como funciona esse estilo de vida profissional.

Não é preciso ser formado, ter algum curso específico ou pertencer a determinado grupo ou sindicato para dizer “Agora Sou Freelancer!”.

Eu apenas recomendo, como Profissional Freelancer a mais de 10 anos, é que você pense bem antes de largar tudo, pois nem tudo são flores.

Será preciso que você tenha total certeza das suas motivações, paixões e do que busca, enquanto pessoa e profissional.

Ser Freelancer vai lhe exigir novas habilidades e responsabilidades que as vezes não estão presentes no seu currículo.

Eu mesmo, tive que aprender, além de Design Gráfico e Web Design, a saber sobre Prospecção de Clientes, Atendimento, Vendas, Gestão Financeira e alguns outros detalhes a mais para tornar minha nova condição profissional, mais confortável e segura (na medida do possível).

4. Quais são as Vantagens e desvantagens de ser um Freelancer?

[Manual Completo] Como ser Freelancer. 10 coisas que é preciso saber para ser um  Freelancer de Sucesso

O sonho de ser Freelancer, pode vir recheado de muitas expectativas, tanto boas quanto ruins. Pensando nisso, é muito interessante saber o que esperar para pode saber como lidar quando tudo começar a acontecer.

Mais Independência

Se não é o principal, está entre os primeiros itens da lista “Vantagens em ser Freelancer”.

Só de imaginar a possibilidade de trabalhar onde quiser, no horário que quiser, vestindo o que quiser, já parece um sonho, não é?

Isso tudo é devido ao estilo de comportamento imposto pelas maiorias das empresas da atualidade. Por isso que o fator independência é algo muito tentador para quem ainda não é Freelancer e se sente desconfortável com esse tanto de regras impostas pelas empresas.

Mas essa independência tem que vir acompanhada de disciplina e senso de responsabilidade.

Não é porque você não terá de seguir um horário fixo ou ir para um local específico para trabalhar, que poderá atrasar entregas, oferecer seu serviço com baixa qualidade ou faltar compromissos com clientes.

Muito pelo contrário, um freelancer de sucesso, sabe elaborar seus horários para ser mais produtivo, é comprometido e se preocupa sempre em passar uma imagem profissional e responsável para seus clientes.

Maiores Rendimentos

Diferentemente de um emprego convencional, trabalhar como Freelancer pode significar maiores ganhos e vou lhe explicar como.

Enquanto empregado, você ganha um salário fixo por mês. Independente se naquele mês você foi mais produtivo ou não, o valor do seu salário será o mesmo.

Na posição de freelancer, você passa a ganhar por projetos entregues. Isso significa que, se você trabalhar mais rápido, entregar o projeto e em seguida já pegar outro, no final do mês você poderá lucrar ainda mais.

A desvantagem também está atrelada a esse fator “pegar projetos”.

Se em determinado mês, você não for produtivo ou se não fechar novos projetos, pode acontecer de não receber, comprometendo sua renda.

Direitos Trabalhistas

Infelizmente esse é um ponto de desvantagem para quem busca ser freelancer.

Profissionais autônomos, empresários e freelancers não podem usufruir dos direitos trabalhistas, como férias, hora extra, 13º salário, vale refeição e vale transporte, entre outros direitos.

Há quem veja isso como certa vantagem, pois quem trabalha de carteira assinada tem descontado do seu salário alguns destes direitos, a fim de não configurar como valor extra no salário.

Convivência com outras pessoas

Querendo ou não, quando se trabalha em uma empresa, você é obrigado, de certa forma, a aceitar seus colegas de trabalhos assim como seus hábitos diários.

Já como freelancer, você pode escolher com que companhia gostaria de trabalhar, o local onde trabalhar e se for da sua preferência, poderá escolher por trabalhar sozinho também.

É válido ressaltar que, as vezes, escolher por trabalhar sozinho ou viver em constante mudança de locais trabalho, pode ocasionar certo nível de isolamento. Afinal, em muitos casos, amizades são formadas devido a convivência diária dentro de uma rotina.

Caso isso não seja um problema para você, ser freelancer será uma ótima opção.

5. Como fazer um Planejamento inicial para ser um Freelancer.

[Manual Completo] Como ser Freelancer. 10 coisas que é preciso saber para ser um  Freelancer de Sucesso

Como tudo na vida, para se ter sucesso em algo é imprescindível planejamento prévio. E o processo de se tornar freelancer não é diferente.

Existem vários pontos a serem considerados e planejados para que sua carreira como freelancer não seja temporária e frustrante.

Para isso, eu listei alguns dos pontos mais desafiadores que encontrei na minha jornada, para que você possa se prevenir e planejar melhor sua carreira como freelancer também.

Planejamento Financeiro

Não tem como não começarmos sem falar do lado financeiro.

O fator financeiro, com certeza é um dos principais, senão o principal, que faz a tomada de decisão ser mais difícil para quem procura mais informações sobre a vida de freelancer.

Existem vários pontos sombrios quando o assunto é planejamento financeiro, então vamos começar falando sobre quem ainda é empregado CLT e deseja se tornar freelancer.

Migrando de um emprego normal para ser Freelancer

Por um bom tempo, o ponto que me atrasou consideravelmente foi o fato de que eu não tinha clientes o suficiente para me manter só como freelancer.

Em outras palavras, ainda não era possível largar meu emprego.

Por conta disso, foquei bastante em juntar reservas e ao mesmo tempo, divulgar o meu trabalho o máximo que pude.

Depois de alguns meses consegui, não só fazer uma boa poupança para ocasiões de emergência, mas também consegui criar minha própria carteira de clientes.

Boa parte dessa divulgação foi através de amigos, redes sociais, familiares, criação de um blog (usando estratégias de marketing de conteúdo) e divulgação patrocinada no Google.

Capital de Giro

Outro detalhe importante para quem pretende começar a vida de freelancer e até mesmo para quem já é freelancer, é ter um dinheiro reservado para o capital de giro.

Quando falo de capital de giro, me refiro a um dinheiro destinado as despesas que são necessárias para manter o negócio funcionando.

Uma das vantagens de ser freelancer é a de que a sua empresa começará com um custo de operação muito baixo. Mas não é por causa disso que deverá negligenciar esse ponto.

O capital de giro pode ser usado para muitas coisas, principalmente para compra de algum material necessário para a prestação do seu serviço.

Por exemplo, se você é designer gráfico como eu, o capital de giro pode ser destinado para pagar o Pacote Adobe no final do mês, para comprar imagens de alta qualidade, para comprar mock-ups profissionais e o mais importante de tudo, anunciar seus serviços na internet.

Então saiba que ter um capital de giro é um detalhe muito importante e que muitos Freelancer negligenciam e por conta disso, sempre estão correndo sérios riscos.

Tente de preferência ter um valor equivalente a 6 meses de suas contas pagas. Assim, você poderá trabalhar tranquilamente sabendo que 6 meses estão garantidos para você continuar correndo atrás de mais trabalhos.

Reinvista no seu Negócio

Essa dica já é para quem olha sua carreira Freelancer como um verdadeiro empreendedor, afim de crescer e expandir seus negócios.

Procure sempre reservar uma parte dos ganhos para reinvestir em estudos, ferramentas e qualidade de vida na empresa.

Em outras palavras, separando uma parte dos lucros para estudar mais, comprar melhores ferramentas e ter uma qualidade de vida melhor no ambiente de trabalho, as chances de seus serviços ficarem melhores e seu clientes mais satisfeitos serão altíssimas.

6. O lado psicológico

[Manual Completo] Como ser Freelancer. 10 coisas que é preciso saber para ser um  Freelancer de Sucesso

Esse é outro ponto muito importante para um Freelancer, saber dominar seu lado psicológico.

Quem está a muito tempo como Freelancer, sabe da importância de dominar seus pensamentos, impulsos e para onde deve concentrar seus esforços mentais para se ter sucesso.

A insegurança de não saber o que o futuro nos reserva, faz com que muitos freelancers não suportem a pressão e desistam. Em muitos os casos, faz com que eles nem comecem.

Abaixo separei alguns pontos que você precisa ter em mente para controlar sua ansiedade e seus pensamentos a fim de dar conta do dia-a-dia com tranquilidade.

Medindo meu medo

Essa expressão é muito interessante – medir o seu medo.

Esse é um exercício muito legal que podemos praticar quando estamos prestes a tomar alguma decisão, mas estamos com medo de ir adiante.

A tarefa de medir o seu medo consiste em analisar e levantar todos os pontos que lhe gera ansiedade, medo e insegurança diante desta tomada de decisão.

Após listar todos estes pontos de insegurança, comece a pensar em como você poderia resolvê-los.

Elabore planos para contornar estas situações aterrorizantes até se sentir seguro para lidar com elas.

Continue fazendo isso até notar que tem um plano para todos os pontos de insegurança.

Ao final, você perceberá que seu medo pode ser combatido e que não é impossível seguir a diante.

Mudando seu mindset

[Manual Completo] Como ser Freelancer. 10 coisas que é preciso saber para ser um  Freelancer de Sucesso

Um dos pontos cruciais para ser Freelancer de sucesso é ter a mente aberta para novidades.

Ter um mindset de crescimento fará toda diferença para sua trajetória, pois somente assim conseguirá lidar com as adversidades e ainda conseguirá encará-las como uma oportunidade para aprender coisas novas.

Saindo da zona de conforto

A zona de conforto é sempre um ótimo lugar para ficar, desde que você não se sinta oprimido, desvalorizado, ou com vontade de conhecer e aprender coisas novas.

E para um Freelancer, a zona de conforto é literalmente uma sentença de morte.

Ser Freelancer significa sempre estar em constante movimento, correndo atrás de se superar a cada dia, ultrapassando cada obstáculo que surge quase que diariamente.

Mas não encare isso como um fator ruim, pelo contrário, encare isso como oportunidades para crescer e se tornar mais forte e preparado para o que vier no futuro.

Entenda que a cada obstáculo superado, mais forte e preparado para o mercado você se torna.

E esse crescimento só fortalece sua posição no mercado.

Deixando de pensar como funcionário para pensar como empresário

7. Agora conheça o lado prático da coisa!

Agora vamos partir para O QUÊ PRECISA ser feito e COMO PRECISA ser feito.

Onde Captar clientes e Como divulgar seu trabalho de freelancer?

Cada freelancer ganha com base no que faz, ou seja, seu salário vem de cada projeto concluído e entregue, sem mais nem menos.

Claro que alguns tipos freelancers conseguem arrecadar mais do que outros, mas isso depende do tipo de serviço prestado assim como algumas variáveis, tais como:

  • Tempo de Experiencia
  • Qualidade do serviço
  • Tipo de produto ou serviço oferecido e prestado
  • Praça onde realiza o serviço
  • Entre outros fatores

E para que essa arrecadação possa acontecer de modo recorrente, é preciso saber divulgar e se fazer ser encontrado pelos futuros clientes.

Está é mais uma habilidade que precisa ser aprendida por quem busca ter sucesso na carreira como freelancer.

Mas não fique preocupado em excesso com isso pois, a própria internet favorece esse tipo de trabalho.

Atualmente podemos contar com diversas ferramentas e plataformas que nos auxiliam nessa árdua tarefa.

Mas é importante lembrar de quem uma vez que se começa a divulgar, não podemos parar, pois a saúde financeira do negócio vai depender disso.

Divulgando nas Rede Sociais

O poder de divulgação das redes sociais não é novidade. Mas é preciso saber usá-las corretamente para tirar o máximo de proveito sem prejudicar sua imagem ou comprometer a mensagem.

A maioria das redes sociais contam com sistemas de notificação, galerias de fotos, possibilidade de compartilhar links e muitas outras opções que encurtam o caminho entre os interessados no seu serviço e você.

Sites e Aplicativos

Outra possibilidade muito interessante é usar Sites e Aplicativos especializados para encontrar clientes.

Plataformas como o Workana, Freelancer, GetNinjas e Fiverr são só alguns exemplos de plataformas que permite aos freelancers encontrarem serviços.

Criando seu próprio Site

Uma recomendação minha é a de que todo freelancer deve ter um site próprio.

Com um site próprio, é possível divulgar seu negócio na internet e encontrar clientes que estão procurando no Google por serviços iguais aos que está oferecendo.

Utilizando um site, você poderá estabelecer um contato mais direto e personalizado, que nenhuma rede social ou plataforma online pode oferecer.

Várias estratégias, incluindo de marketing digital podem ser aplicadas a partir de um site.

Então recomendo a você que considere bastante esta opção se busca ter sucesso com Freelancer.

Amigos e Familiares

Outra maneira muito interessante, e que tem funcionado para muitos freelancers em início de jornada para se conseguir clientes, é usar da sua influência para pedir aos amigos e familiares, para divulgarem, sempre que possível, os seus nomes e o que fazem.

Não despreze essa dica, pois como são pessoas de confiança te recomendando, as chances de fechar novos projetos serão muito maiores.

Outro detalhe é que, sempre que tiver a oportunidade de conhecer novas pessoas, seja na academia, na fila do banco ou em uma lanchonete, não deixe passar em branco.

Pois posteriormente será possível falar com elas sobre com o que você trabalha. Isso possibilitará expandir ainda mais sua rede de contatos.

8. Freelancer pode cobrar por hora ou deve ter um valor fixo?

Este é um detalhe estratégico crucial para quem é freelancer, pois tudo vai girar em torno deste critério para se concretizar cada negociação.

A sua forma de precificação deve ser algo compatível com a sua realidade e da forma que te deixar mais confortável para trabalhar.

Existem alguns tipos de serviços que podem ser cobrados de forma tabelada, pois não exige tanto do lado criativo ou operacional.

Já existem outros trabalhos que mudam totalmente conforme o tipo de cliente que aparece.

Então, a minha sugestão é a de que, busque na concorrência um parâmetro e elabora as suas próprias regras, afinal, se a forma com que for cobrar o seu trabalho for um sucesso, isso fará toda diferença no seu negócio.

Fique atento(a) apenas no valor a ser cobrado, pois freelancers em início de carreira tendem a desvalorizar o seu trabalho a fim de conseguir mais projetos e isso pode ser um erro fatal.

Quem começa buscando um diferencial no seu negócio se baseando em baixos preços, tendem a ser escravo deste fator por muito tempo.

Tente também parecer o mais profissional possível quando for realizar um orçamento. Crie propostas comerciais claras e eficientes.

E caso você não saiba como criar uma Proposta Comercial Irresistível clique aqui e conheça o meu Kit de Vendas para Freelancers.

Especifique tudo que será feito, o valor de cada item e o prazo necessário para a conclusão de cada etapa do serviço.

Procure também informar todas as regras de pagamento, para que após a aprovação do orçamento, o cliente não tome nenhum susto ou seja pego de surpresa nas próximas fases do projeto.

9. Conheças as melhores opções para receber pagamentos

Como foi dito anteriormente, deixar claro todas as condições de pagamento, de forma clara e direta, tanto no orçamento quanto no contrato – de preferência antes de começar o trabalho – vai ajudar a evitar muitas dores de cabeça e stress com o cliente.

Tendo isso em mente, o freelancer pode usar de diversos recursos para fazer sua cobrança. Abaixo listei algumas das opções mais comuns que estão sendo praticadas no momento e que são gratuitas:

  • Conta PJ no Banco Inter – permitindo a emissão de até 100 boletos por mês
  • PicPay
  • PagSeguro
  • PayPal
  • Mercado Pago
  • Transferência Bancária

Agora fica a seu critério escolher a melhor e informar ao seu cliente.

Vale lembrar que cada uma possui suas próprias regras para sacar o dinheiro, emitir boleto e oferecer condições no parcelamento. Fique atento a este detalhe.

Bônus – Dica de Ouro.

Como estamos falando de ferramentas profissionais para recebimento, também é válido citar uma ferramenta de gestão financeira muito interessante que poderá te ajudar à organizar sua vida financeira.

Estou falando do Quickbooks – Zero paper.

Com ele, você poderá organizar seus recebíveis, suas contas a serem pagas e muitos outros detalhes cruciais para garantir sua organização financeira.

E o melhor de tudo é que essa ferramenta possui planos muito baratos para quem está começando.

Vale a pena conhecer.

10. Quem é freelancer precisa pagar imposto?

A maioria dos freelancers evitam todo e qualquer tipo de burocracia, atuam na informalidade mesmo.

Mas os freelancers de sucesso, que buscam crescer e se destacar procuram resolver essa questão da melhor maneira possível.

Atualmente no Brasil, é possível ser Freelancer e ter um CNPJ, para os casos de ter que emitir uma nota fiscal para um cliente mais exigente, pagando muito pouco.

Estou me referindo ao registro como MEI.

Ao se registrar como MEI, você poderá contribuir com a Previdência Social, terá direito à alguns benefícios, entre eles estão:

  • Aposentadoria
  • Licença Maternidade
  • Contratação de até 2 funcionários
  • E outros benefícios.

Conclusão

A meu ver, estes detalhes são essenciais para que possa iniciar a sua carreira de freelancer da maneira mais segura e positiva possível.

Mantenha sempre em mente tudo que citamos neste artigo, pois assim as chances de triunfar aumentaram consideravelmente.

E tenha sempre em mente: Evite ao máximo começar da maneira errada. No Brasil, empreendedores não conseguem 2° chances com facilidade.

Agora me diz você, o que achou sobre esse artigo? Deixe seu comentário para que possamos trocar mais ideias.

Forte abraço e Sucesso!

Sobre o autor:

Fred Bueno

Fred Bueno

Fred Bueno é especialista em Criação de Sites em WordPress. Há 8 anos escreve Tutoriais WordPress e também é idealizador do projeto "Empreendedor Digital WordPress".

Gostaria de ler mais conteúdos como este?

Faça como muitos Empreendedores Digitais e cadastre-se em nossa Lista Exclusiva para receber Tutorias, Dicas e Materiais Ricos sobre WordPress, Freelancer e Empreendedorismo Digital. Não perca essa oportunidade e saia na frente.

Não se preocupe, não fazemos SPAM ;)

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Artigos Relacionados

Freelancer, essa é pra vc 👇!

Conheça o Kit de Materiais que vai Aumentar a qualidade dos seus trabalhos e reduzir seu tempo de Criação pela metade.

Quer saber como Criar Sites e Blogs com WordPress?

Clique no botão abaixo e comece a aprender sobre Criação de Sites e Blogs WordPress, do Básico ao Avançado.

Últimas do Blog!

Patrocinado

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pesquisar no Site.

Use o campo abaixo para informar o que deseja buscar no site, seja um artigo, um vídeo ou qualquer outra coisa.

E-book + bônus Gratuito

Descubra as 10 maiores Vantagens de usar o WordPress para Criar seu novo Site!